Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Rinaldo Victor De Lamare (Cadeira No. 44)

Membro Titular

Secção de Medicina

Cadeira No. 44 - Patrono: João Pizarro Gabizo

Eleito: 04/11/1982 - Posse: 25/11/1982 – sob a Presidência de Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado por: Bernardo Henrique de Nunes Couto

Antecessor: Hélio Fraga

Falecido: 28/04/2002

Presidente da Academia Nacional de Medicina - 1991 a 1993

O Dr. Rinaldo Victor De Lamare nasceu em Santos, no Estado de São Paulo no dia 02 de janeiro de 1910. Filho de Victor De Lamare e Conceição Menezes De Lamare.

Doutorou-se em Medicina em 1932 pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (atual UFRJ).

Foi eleito Membro Honorário da Academia Nacional de Medicina em 1974 e torna-se Membro Titular da Secção de Medicina em 25 de novembro de 1982 apresentando Memória intitulada “Meningites”. Foi Presidente da ANM entre 1991 e 1993.

Foi também Livre Docente de Pediatria na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, alcançando o cargo de Professor Titular de Pediatria e Puericultura e, posteriormente, transformou-se também em Professor Emérito na Pontifícia Universidade Católica do RJ, onde galgou a Decania do Centro de Ciências Médicas e Biológicas.

Além disso, o Dr. De Lamare foi diretor do Departamento Nacional da Criança do Ministério da Saúde, Diretor Superintendente e Vice-Presidente da Legião Brasileira de Assistência (LBA), Delegado do Brasil às reuniões da UNICEF, no Departamento da ONU.

Presidiu a Sociedade Brasileira de Pediatria e o Capítulo Brasileiro da American Society of Pediatrics, assim como frequentou vários congressos brasileiros e internacionais da especialidade.

O Dr. De Lamare recebeu inúmeras homenagens como o Pediatra mais famoso do Brasil; entre elas foi condecorado pelo Exército Brasileiro com a “Ordem do Pacificador”; foi nomeado Comendador e Grande Oficial da Ordem do Mérito Médico e do Mérito Legionário da LBA; recebeu as medalhas como: do Mérito Professor Clementino Fraga, de Insigne Benfeitor, do Instituto Domingos Sávio e a do Estado da Guanabara.

Dentre as suas publicações, destaca-se o livro “A Vida do Bebê” que já teve 41 edições.

Em sua gestão presidindo a Academia Nacional de Medicina, Albert Sabin proferiu o seu “Testamento Científico” em Memorável Sessão Solene na ANM.

Faleceu em 28 de abril de 2002.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150