Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Públio Constâncio de Mello

Membro Titular

Eleito: 10/05/1893 - Posse: 18/05/1893 - sob a Presidência de João Baptista de Lacerda

Falecido: 16/12/1904

Nasceu em 25 de agosto de 1855 no Estado da Bahia. Filho de Públio Constâncio de Albuquerque Mello e de D. Urânia Leopoldina de Albuquerque Mello.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1882, defendendo a tese intitulada “Do suicídio em suas relações médico-legais”.

Destacou-se na política como o primeiro prefeito eleito pela República na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, exercendo o cargo no período de 1890 a 1891.

Ingressou como Membro Titular na Academia Nacional de Medicina, em 1893, apresentando a memória intitulada “Da alimentação da criança”. Sua cerimônia de posse ocorreu no mesmo ano, sob a presidência do Acad. João Lacerda de Baptista. Durante o período em que esteve na instituição exerceu os cargos de Secretário da Secção de Higiene e Medicina Legal de 1895 a 1896, Presidente da mesma Secção, no período 1896 a 1898 e 1º Secretário Geral de 1901 a 1903.

Em 1893, inconformado com a atuação do Dr. Abel Parente – médico italiano radicado no Rio de Janeiro no final do século XIX, que desenvolveu um método de esterilização feminina e vinha aplicando-o sem restrições e mantendo secreta sua técnica cirúrgica –, o Acad. Públio de Mello publicou um trabalho intitulado “O charlatanismo: protesto contra a esterilidade da mulher pelo processo secreto do doutor Abel Parente” em que se opunha ao “esterilizador do Brasil”.

Nomeado em 1898 diretor da 4º secção de Antropologia, Etnologia e Arqueologia do Museu Nacional, também atuou na instituição como secretário, assistente e professor na mesma secção.

Faleceu em 16 de dezembro de 1904, na cidade do Rio de Janeiro.