Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Oswaldo Coelho de Oliveira (Cadeira No. 10)

Membro Emérito

Secção de Medicina

Cadeira No. 10 - Patrono: Pedro Francisco da Costa Alvarenga

Eleito: 06/11/1913 - Posse: 20/11/1913 – Sob a Presidência de Miguel de Oliveira Couto

Saudado por: Aloysio de Castro

Emérito: 28/05/1942

Falecido: 29/11/1952

Nasceu em 6 de setembro de 1884, no Rio de Janeiro. Filho de Cândido Coelho de Oliveira e de D. Gertrudes Barbosa Coelho de Oliveira.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1904, defendendo tese intitulada “Do choque precordial”.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1913, apresentando memória intitulada “Da percussão dorsal da aorta”. Sua cerimônia de posse, realizada no mesmo ano de sua eleição, aconteceu sob a presidência do Acad. Miguel de Oliveira Couto. Tornou-se Membro Emérito em 1942.

Em sua carreira como docente destaca-se o cargo de professor substituto da Cadeira de Clínica Médica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1915 e catedrático da mesma cadeira em 1919, na qual exerceu com maestria.

Integrou sociedades conhecidas como Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro na qual foi membro e presidente (1917-1918).

Representou o Brasil no Congresso de Neurologia e Psiquiatria da Bélgica (1920), no Congresso Organizador da União Internacional da Defesa Contra a Tuberculose (1920) e no Centenário da Academia de Medicina de Paris.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Do choque precordial”, “Estudo das moléstias do coração e dos grossos vasos no Brasil durante os últimos cem anos”, “Semiologia da symphyse cardíaca”, “Do pulso lente permanente”, “Diagnóstico diferencial entre os exsudatos e transudatos”, “Da moléstia de Heine-Medin”, “Da moléstia de Friedreich”, “Da pulsação cardio-esophagiana”, “Da percussão dorsal da aorta”, “Cardiologia Clínica”, “Lições de Clínica Médica”.

Faleceu no dia 29 de novembro de 1952.