Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Manoel Cardoso da Costa Lobo

Membro Titular

Secção de Cirurgia

Eleito: 18/08/1879 - Posse: 18/08/1879 - sob a Presidência de José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecido: 10/10/1890

Nasceu em 26 de setembro de 1836 em São Cristóvão, no estado do Sergipe. Filho de Inácio Antônio da Costa Lobo e de Isabel Aranha Lobo.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1860 defendendo a tese intitulada “Há na doutrina alopática algum sistema de medicação que possa apoiar os princípios da doutrina homeopática?”.

Um ano após graduar-se, ingressou no Corpo de Saúde do Exército, a quem dedicou toda a sua vida com amor e patriotismo. Serviu inicialmente nas guarnições de Pernambuco, Goiás e Rio Grande do Sul, no qual foi mandado para a Província Oriental, onde participou do assalto de Paissandu.

Prestou relevantes serviços ao Exército durante toda a Guerra do Paraguai, durante a qual se cobriu de glória, notadamente nos combates de 28 de dezembro de 1868 e nos das Cordilheiras, pelo que foi agraciado com a Comenda da Ordem da Rosa, no grau de Oficial.

Além da Comenda da Ordem da Rosa, recebeu, ao longo de sua brilhante carreira militar, as condecorações das Ordens de São Bento de Aviz e de Cristo, bem como as medalhas da Rendição de Paissandu, da Campanha do Paraguai e da Campanha da Argentina.

Conquistou todos os seus galões, até os de Cirurgião-Mor de Brigada, nos campos de batalha e em 1870, foi promovido a Tenente Coronel Cirurgião-Mor de Divisão e, logo em seguida, a Coronel Médico de 1ª Classe.

Com o retorno ao Brasil em 1872, serviu na guarnição da Corte, no Hospital Militar e na Escola Superior de Guerra.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1879, apresentando a memória intitulada “Do hematocele vaginal e seu tratamento”. Na Academia elaborou diversos Pareceres, como, por exemplo, da memória apresentada pelo confrade Henrique Alexandre Monat, publicadas nos Anais da Academia.

Em 1880, foi destacado para o Mato Grosso, como Cirurgião Mor do Exército.

Faleceu com apenas 54 anos em 10 de outubro de 1890, no Rio de Janeiro.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150