Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

José Ribeiro Portugal (Cadeira No.32)

Membro Emérito

Secção de Cirurgia

Cadeira No.32 - Patrono: Antonio Felix Martins

Eleito: 30/08/1945- Posse: 20/09/1945- Emérito: 22/11/1979- sob a Presidência de Antonio Austregésilo  Rodrigues Lima

Saudado por: Alfredo Alberto Pereira Monteiro

Antecessor: Ovídio Peixoto Meira

Falecido: 19/07/1992

O Dr. José Ribeiro Portugal, nasceu em 25/07/1901, na cidade de São João Batista da Cachoeira, em Minas Gerais. Filho de Antônio Ribeiro Portugal e de D. Maria do Carmo Vieira Portugal.

Doutorou-se em Medicina, na Faculdade do Rio de Janeiro, em 1927. Com tese sobre anatomia do trigêmeo.

Inscreveu-se em 30/11/1944, na Academia Nacional de Medicina, como candidato à vaga declarada aberta, em consequência do falecimento do Acad. Ovídio Peixoto Meira, apresentando a memória “Meningeoma supra-celar”.

Foi pioneiro da neurocirurgia brasileira. Durante o curso médico foi monitor de Anatomia, tendo estudado, com maior atenção, anatomia do sistema nervoso. Em 1929 fez concurso para Livre Docência na Cadeira de Técnica Operatória, defendendo tese sobre “Tratamento Cirúrgico da Nevralgia do Trigêmeo”.

O Professor de Neurologia, Antônio Austregésilo, teve grande influência na formação do Dr. José R. Portugal e no desenvolvimento da Neurocirurgia. Em 1928, Austregésilo viajou aos Estados Unidos para visitar os principais serviços de Neurocirurgia e observar o desenvolvimento da nova especialidade. Na volta ao Rio de Janeiro, convidou o Prof. Alfredo Monteiro, eminente cirurgião, para desenvolver a Neurocirurgia na Clínica Neurológica da Faculdade de Medicina, onde construiu um centro cirúrgico. O Prof. José R. Portugal era assistente de Monteiro e o acompanhou no início da Neurocirurgia do Rio de Janeiro. Integrou-se ao grupo dos professores de Neurologia e desenvolveu, com grande sacrifício, a Neurocirurgia, na Clínica Neurológica da Faculdade e depois no seu serviço particular na Beneficência Portuguesa.

Teve influência na sua formação, o Prof. Manuel Balado, de Buenos Aires, a quem ele visitava quase todos os anos. Em 1945, Portugal apresentou, no I. Congresso Sul-americano de Neurocirurgia, realizado em Montevideo, a sua técnica para a Neurotomia Retrogasseriana, por via intra-dural. Participou de todos os Congressos Sul-americanos, que posteriormente se transformaram em Latino-americanos, apresentando trabalhos e fazendo relatórios sobre Temas Oficiais.

Somente em 1948, quando era um neurocirurgião de grande prestígio no Brasil e no exterior, foi, pela primeira vez, aos Estados Unidos, tendo visitado os principais serviços de Neurocirurgia e começa também a participar de Congressos na América e Europa.

Considerava, como fundamental, na formação do neurocirurgião, o estudo aprofundado da Clínica Neurológica, bem como o conhecimento da Fisiologia e Patologia nervosas.

Foi exímio neurocirurgião, operava com grande precisão e rapidez e apesar de sua grande atividade como neurocirurgião, conseguiu tempo para se dedicar à organização de Sociedades científicas, como a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e a Academia Brasileira de Neurocirurgia, com a finalidade de melhorar o nível técnico dos neurocirurgiões.

O Dr. José R. Portugal, deixou dezenas de discípulos, que se radicaram em quase todos os estados brasileiros, do Rio Grande do Sul ao Pará. Os primeiros alunos foram Santos Machado e Jaime Viana, ambos da Bahia. O terceiro foi Renato Barbosa, formado em Belo Horizonte. Fora do Brasil, o destaque fica com Mario Brock, professor de Neurocirurgia na Universidade Livre de Berlim. Destacam-se também, entre seus alunos, Feliciano Pinto e Pedro Sampaio no Rio de Janeiro e Francisco Guerra em Uberaba.

O Dr. faleceu em faleceu no dia 19 de julho de 1992, na cidade do Rio de Janeiro-RJ.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150