Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

João de Barros Barreto (Cadeira No. 56)

Membro Titular

Secção de Medicina

Patrono da Cadeira No. 56 

Eleito: 29/11/1900 - Posse: 20/12/1900 - Sob a presidência de Antonio Augusto de Azevedo Sodré

Falecido: 05/05/1914

O Dr. João de Barros Barreto nasceu no dia 7 de setembro de 1866, em Recife, no Estado de Pernambuco, filho de Inácio de Barros Barreto e de D. Mariana de Barros Barreto.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1888, defendendo tese intitulada “Estudo higiênico dos esgotos da cidade do Rio de Janeiro”. Foi ajudante de Preparador da Cadeira de Higiene da Faculdade, de 1885 a 1888, e interno da 3ª, 2ª e 1ª Classe do Hospital da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, ambos mediante concurso.

Ministrou aulas sobre higiene em diversas instituições. Em 1911, assumiu a Livre Docência da cadeira de Higiene e Medicina Legal da atual UFRJ, apresentando dois trabalhos no momento do concurso: “Questões médico-legais relativas à gravidez” e “Ensaios aplicáveis ao estudo higiênico de algumas moléstias alimentares”.

Além disso, foi revisor do Diário Oficial, clínico particular desde o seu ingresso na Santa Casa, Clínico da Inspetoria Geral de Higiene, Químico do Laboratório Nacional de Análises, Cirurgião extranumerário da Brigada Policial da cidade do Rio de janeiro, Comissário de higiene da Maternidade de Laranjeiras, Médico e Diretor do Instituto Pasteur, Chefe de Clínica de Ginecologia na Policlínica Geral do Rio de Janeiro e Encarregado, pelo governo federal, do Serviço Quarentenário no Estado de Santa Catarina.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, em 29 de novembro de 1900, apresentando um memorial sobre as suas atividades acadêmicas. É Patrono da Cadeira 56 da Secção de Medicina. Foi, também, sócio da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e Membro Correspondente de diversas instituições estrangeiras, como, por exemplo, a Sociedade de Higiene de Paris.

Era pai do também acadêmico Dr. João de Barros Barreto Filho, Membro Titular da Cadeira 56.

O Dr. João de Barros Barreto faleceu no Rio de Janeiro, no dia 5 de maio de 1914.