Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Fernando Pires Ferreira

Membro Titular

Eleito: 22/11/1869 - Posse: 20/12/1869 - sob a Presidência de José Pereira Rego

Falecido: 27/10/1907

Nasceu no dia 26 de abril de 1842 na Parnaíba, Piauí.

Formado pela Faculdade de Medicina de Paris, em dois de julho de 1867 com a tese de doutoramento “De l’opération de la catarate par l’extration lineaire scleroticale”. Dedicou-se a especialidade de moléstias dos olhos, e alcançou ao tão ambicionado cargo de chefe da clínica oftalmológica do celebre oftalmologista de Paris, o alemão, Prof. Dr. Louis De Wecker.

Voltando da Europa, habilitou-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro para exercer sua profissão no Império, defendendo a tese “ Breves considerações sobre as aplicações da iridotomia no tratamento da catarata”.

Em 22 de novembro de 1869 foi eleito Membro Titular da Academia Imperial de Medicina com a memória “Considerações sobre o pterígio e seu tratamento”.

Em 1872 implantou o Curso de Oftalmologia na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, tornando-se o "Pai da Oftalmologia" no Brasil: tanto por ser o primeiro médico brasileiro formado nessa especialidade, como por seu pioneirismo na implantação do Curso na Santa Casa, onde, aliás, passou a transmitir seus conhecimentos, criando escola e deixando brilhantes discípulos, entre os quais, o eminente Acad. Dr. José Antonio de Abreu Fialho e o  Acad. Dr. Octávio do Rego Lopes. A cátedra de oftalmologia só foi criada 10 anos depois na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro por iniciativa do Dr. Fernando Pires Ferreira que indicou para essa cátedra seu amigo e colega  Acad. Dr. Hilário Soares de Gouvêa.

Profissional notável exerceu sua especialidade de oculista na Santa Casa da Misericórdia, na Ordem 3ª de Santo Antonio, no Hospital de São Francisco de Paula, na Sociedade Dom Pedro V e na Brigada Policial.

Exerceu gratuitamente o alto cargo de Delegado da Instrução Pública, tendo sido por essa benemerência condecorado com a comenda de Oficial da “Ordem da Rosa”, pelo Imperador D. Pedro II.

Faleceu no Rio de Janeiro em vinte sete de outubro de 1907.

Agenda