Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Evaldo de Oliveira (Cadeira No. 96)

Membro Titular

Secção de Farmácia - Atual Secção de Ciências Aplicadas à Medicina

Cadeira No. 96 - Patrono: Rodolpho Albino Dias da Silva

Eleito: 30/11/1967 - Posse: 06/06/1968 - sob a presidência de Inaldo de Lyra Neves-Manta

Antecessor: Oswaldo de Almeida Costa

Falecido: 26/04/1989

Nasceu em 24 de junho de 1916, no Rio de Janeiro (RJ).

Filho do professor e acadêmico Abel Elias de Oliveira e de Maria Rita de Oliveira.

Graduou-se em Farmácia pela Faculdade de Farmácia e Odontologia do Estado do Rio de Janeiro (1936) e em Medicina pela Faculdade de Ciências Básicas do Estado da Guanabara (1941).

Professor Assistente de Farmácia Galênica (1938 a 1940) na Faculdade de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro; Professor responsável e regente das cátedras de Higiene, Medicina Preventiva e Legislação Farmacêutica da Universidade Federal Fluminense (1965-1966); Professor do Quadro Especial de Saúde da Aeronáutica para Farmacêuticos Bioquímicos (1960); Professor Titular de Bioquímica da Faculdade de Odontologia da Fundação D. André Arcoverde, em Valença, RJ (1968) e Professor Titular do Instituto de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, na disciplina de Análises Clínicas e Laboratório (1972).

Organizou o primeiro Curso Popular da Universidade Federal Fluminense, de Educação e Saúde. Ainda na instituição, foi Chefe do Departamento de Medicina Preventiva e Social (1969) e coordenador das disciplinas de Higiene Social, Deontologia e de Legislação Farmacêutica, pelo Departamento de Saúde da Comunidade (1972).

Farmacêutico na Farmácia Sergio Quintino (1938-1943); Farmacêutico técnico biologista do Laboratório Eval (1938 a 1944); Diretor do “Seminário Farmacêutico /Diário Carioca” (1945); Redator secretário da Revista Brasileira de Farmácia (1945-1947), e Médico do Grêmio Loyd Brasileiro (1964 a 1966).

Foi agraciado com diversos títulos honoríficos como: Diploma de Honra ao Mérito do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (1971) e Diploma de Benemérito conferido pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Rio de Janeiro (1972).

Fez parte de instituições científicas como a Associação Brasileira de Farmacêuticos (1942), atuando como Presidente no biênio 1969-1970; o Instituto Brasileiro de História da Medicina (1951), onde atuou como Diretor da Secção de Farmácia em 1959; e a Associação Medica Brasileira (1952). Atuou ainda como Vice-Presidente do Conselho Federal de Farmácia (1972), Sócio Fundador da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (1969) e Presidente da Academia Nacional de Farmácia (1965-1973).

Participou de comissões técnicas de Ensino Universitário, congressos, mesas redondas, seminários, simpósios entre outros eventos na área de Farmácia e Medicina.

Na ocasião de sua candidatura a Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “O Controle de Qualidade na Indústria Farmacêutica”.

Faleceu em 26 de abril de 1989.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150