Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Sessão Solene de Posse – É empossado Membro Titular da ANM o nefrologista José Hermógenes Rocco Suassuna

Na noite de terça-feira, 16 de outubro de 2018, tomou posse como novo Membro Titular da Academia Nacional de Medicina o Dr. José Hermógenes Rocco Suassuna. Ele ocupará a Cadeira de nº 42 da Secção de Medicina, cujo Patrono é João Pizarro Gabizo. Seu ocupante anterior foi o saudoso Acadêmico e nefrologista Nestor Schor, falecido em 3 de fevereiro de 2018.

A mesa diretora da solenidade foi composta pelo Dr. Ricardo Moderno (Academia Brasileira de Filosofia) e os Acads. Pietro Novellino, Ricardo Cruz, Jorge Alberto Costa e Silva (Presidente), Walter Zin, Francisco Sampaio e Carlos Giesta

A cerimônia aconteceu no Anfiteatro Miguel Couto, diante de Acadêmicos, familiares e amigos do homenageado, que foi introduzido por Comissão de honra formada pelos Acads. Felippe Matoso, Roberto Soares de Moura, Celso Portela, Ronaldo Damião, Octavio Vaz e Rui Maciel. Sua consagração como Membro Titular se deu após juramento Acadêmico e entrega do colar e medalha Acadêmicos pelo Presidente da ANM Jorge Alberto Costa e Silva, e do Diploma, pela Acadêmica Eliete Bouskela.

A Acad. Eliete Bouskela fez a entrega do Diploma Acadêmico a José Suassuna

Para saudar o novel Acadêmico, o Acad. Carlos Giesta iniciou seu discurso declarando-se singularmente contentado por realizar o “honroso encargo de saudar em nome da Academia seu mais novo membro”. O Prof. Giesta versou a respeito da história da ANM, “nobre casa patriarcal, onde os maiores vultos da medicina brasileira sempre tiveram assento. Casa que a partir desta noite festiva é também de José Suassuna por justo, legítimo, irreversível e perene direito de conquista”. O Paraninfo comentou o currículo do homenageado, exaltando suas excepcionalidades, méritos, seus feitos e qualificações que levaram à sua admissão na instituição.

O Acad. Carlos Giesta durante seu discurso de saudação

O Acadêmico Carlos Giesta destacou também características de sua personalidade e vida pessoal, afirmando que “Suassuna não é médico que só atua em circuito fechado, que só se interessa por nefrologia; seu espírito inquieto é aberto a todos os horizontes da cultura”. Abordou então o caráter perseverante do empossado, evidenciando a presente conquista como apenas mais um passo em sua trajetória, e não seu objetivo final. Citando um trecho do poema "The Ladder of St. Augustine", de Henry Longfellow, o Acadêmico concluiu seu discurso: "As alturas que grandes homens alcançam e mantêm, não são atingidas por voo ocasional. É que eles, enquanto os outros dormem, abrem seu caminho triunfal”. Carlos Giesta declarou por fim a responsabilidade que seria ocupar a Cadeira de nº 42 da Secção de Medicina da instituição, reafirmando a certeza de seu sucesso e o sucesso da casa que o recebe.

Em seguida, Dr. José Hermógenes Rocco Suassuna proferiu seu discurso de posse, agradecendo a seus familiares, à Universidade do Estado do Rio de Janeiro, e a todos os presentes. Versou sobre sua carreira e mentores que teve ao longo da vida, e sobre a dualidade da mortalidade do corpo físico e a imortalidade de feitos e obras. Abordou, então, a importância histórica da Academia Nacional de Medicina e todos seus integrantes ao longo dos 189 anos de existência, além da condição de imortalidade que agora também lhe cabe.

O novel Acadêmico José Suassuna

Apresentou a linhagem da Cadeira de número 42 da Secção de Medicina. O patrono, João Carlos Teixeira Brandão, psiquiatra e um dos fundadores da Policlínica Geral do Rio de Janeiro, foi líder reconhecido da institucionalização da psiquiatria no Brasil. Citou ainda Adolpho Frederico Luna Freire, Francisco Eugênio Coutinho e Antônio Pinto Vieira, até chegar a seu antecessor, Nestor Schor. Destacou sua extraordinária carreira e contribuição para a nefrologia, relembrando a personalidade inquieta e esfuziante do saudoso confrade.

O novel Acadêmico saudou os membros da comissão de honra que o acompanhou, agradecendo especialmente à Acadêmica Eliete Bouskela, de quem recebeu o diploma de Membro Titular. "Foi ela que, trazendo uma mensagem de estímulo do Acadêmico Carlos Giesta, deu a partida e susteve minha candidatura". Ressaltou então a honra de ser recebido pelo Acadêmico Carlos Giesta, afirmando que "Giesta emprestou seu conhecimento e experiência a todos os passos da minha campanha, mas, acima de tudo, emprestou a mim e a minha família sua amizade e estima".

Concluiu seu discurso propondo reflexões sobre a prática da medicina e a responsabilidade que a solene distinção lhe impõe. Falou sobre o compromisso com a formação das novas gerações e a missão de manter vivo o legado da medicina brasileira. Por fim, agradeceu sua esposa e filhos, sua mãe e muitos outros que contribuíram para a chegada daquele momento. Citando o poema épico Endymion, encerrou: “Ao final de toda aventura e quando tudo termina a contento, diz seu último verso: ‘Peona voltou para casa, através da penumbra da floresta, com encantamento’. Meus confrades e meus queridos amigos, ao final do dia de hoje voltarei para a casa, com minha família, pela noite da cidade, em pleno encantamento! ”.

O Acad. José Suassuna com sua esposa e filhas

O Presidente Acadêmico Jorge Alberto Costa e Silva congratulou Dr, Suassuna por sua carreira médica e vida pessoal, declarando que “José Suassuna tem todos os méritos, seja como pessoa, como profissional, chefe de família, para aqui estar”. Versou ainda sobre seu pai, Prof. Ítalo Suassuna, a quem o Presidente Costa e Silva sucedeu na Direção da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Recebeu com júbilo o novel Acadêmico, afirmando ser uma celebração também para a casa do saber que o acolhe. O presidente Costa e Silva ressaltou a luta heroica dos médicos para o desenvolvimento de uma medicina social, de uma medicina preventiva e preditiva. Concluindo seu discurso, o Presidente solicitou à Comissão de Honra que conduzisse o Acadêmico ao Salão Nobre, encerrando a solenidade.

 


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150