Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Eduardo Meirelles (Cadeira No. 83)

Membro Emérito

Secção de Ciências Aplicadas à Medicina

Cadeira No. 83 - Patrono: Vital Brazil Mineiro da Campanha

Eleito: 30/09/1909 - Posse: 14/10/1909 - sob a Presidência de Marcos Bezerra Cavalcanti

Saudado por: Luiz do Nascimento Gurgel

Emérito: 12/06/1934

Falecido: 07/06/1938

Foi médico efetivo da Clínica de Moléstias Intertropicais, na Rua Haddock Lobo, número 458, e também clinicou na Rua Ouvires, número 31 e na Rua Costa Bastos, número 8.

Atuou como chefe do serviço de Microscopia, Análises e Vacinação, em 1901, no Instituto de Proteção e Assistência à Infância do Rio de Janeiro – Dispensário Moncorvo. Nessa empreitada rumo à civilização e ao progresso, a malha assistencial concebida pelo médico Moncorvo Filho, instituiu efeitos e consequências no que tange a colaborar na difusão de um pensamento higienista, mas também sobre a organização das instituições públicas no atendimento à infância. Para organizar uma obra consequente e promotora de efeitos na esfera social, Moncorvo Filho associou-se a outros homens de ciências, entre eles, Dr. Eduardo Meireles.

Dispensário da Liga Brasileira contra a Tuberculose representando o Estado do Rio de Janeiro, apresentou o trabalho “Da tuberculose infantil” (1902)

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1909, apresentando a memória intitulada “Contribuição ao Estudo Clínico da Erytrocythemia”. Sua cerimônia de posse ocorreu no mesmo ano sob a presidência do Acad. Marcos Bezerra Cavalcanti. Os estudos realizados pelo Acad. Eduardo Meirelles mostraram o aumento no número de casos de câncer, inclusive nas capitais brasileiras, em meados dos anos 1920, o que levou ao lançamento de seu trabalho “A respeito do câncer” (1923).

Faleceu em 7 de junho de 1938.