Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Sessão de 21 de junho de 2018 – ANM homenageia o centenário de nascimento do Acadêmico Jesse Pandolpho Teixeira

Em Sessão na quinta-feira, 21 de junho, a Academia Nacional de Medicina homenageou o Acadêmico Jesse Pandolpho Teixeira em razão da comemoração de seu centenário natalício. A cerimônia teve a presença dos confrades Acadêmicos, convidados e familiares. Jesse Teixeira nasceu em 25 de fevereiro de 1918, em Vitória (ES), e graduou-se em Medicina pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil em 1939, especializando-se em cardiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 1942.

O Presidente da ANM, Acadêmico Jorge Alberto Costa e Silva, deu início à cerimônia, apresentando um breve histórico da carreira de Jesse Teixeira, que ingressou na instituição em 1971 e ocupou a Cadeira de número 29, de Patrono Daniel de Oliveira Barros D'Almeida. Ressaltando a obra do cirurgião, que deixou inúmeros discípulos e admiradores no meio médico, o Presidente abriu a palavra para que confrades e convidados pudessem prestar seus tributos ao homenageado.

Presidente Jorge Alberto Costa e Silva na abertura da Homenagem

Em uma saudosa mensagem, relembrando momentos que compartilhou com o cardiologista, o Acadêmico Celso Marques Portela destacou o quanto aprendeu trabalhando ao lado do Dr. Jesse, declarando que “os grandes crescem na adversidade, assim foi Jesse Teixeira”. Em seguida, o Acad. José de Jesus Peixoto Camargo proferiu breve discurso a respeito de sua relação com Professor Jesse, que, segundo ele, era como um pai, com quem manteve uma intensa amizade.

O Acadêmico Orlando Marques Vieira discorreu sobre o aprendizado que teve com o Acad. Jesse Teixeira, tanto como cirurgião quanto como ser humano. Finalizou sua homenagem ressaltando a importância da merecida cerimônia organizada pela ANM e declarou “grande professor, grande colega e grande Acadêmico, que sem dúvidas foi Jesse Teixeira”. Convidado pelo Acad. Rossano Fiorelli, o Professor Geraldo Roger Normando (Universidade Federal do Pará), que também foi residente do Professor Jesse, relembrou alguns episódios que vivenciou com o Acadêmico como aluno e colega de profissão.

Aberta a palavra à bancada Acadêmica, o Acad. Milton Meier fez alocução recordando o período em que atuou como Chefe de Clínica do Instituto de Cardiologia do Rio de Janeiro ao lado do Acadêmico homenageado. O cirurgião ressaltou a personalidade acolhedora e generosa do Professor Jesse, a quem é muito grato por tê-lo auxiliado e contribuído em momentos pontuais de sua própria carreira. O Acad. Ricardo Cruz finalizou a cerimônia versando sobre a ocasião em que Dr. Jesse Teixeira operou seu pai, declarando o quanto o mesmo soube consolar a família de maneira admirável, servindo como fonte de inspiração para ele enquanto estudante de medicina.

Jesse Pandolpho Teixeira foi Professor Titular de Cirurgia Torácica do Instituto de Aperfeiçoamento Médico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; Chefe do Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital Sanatório Santa Maria, da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e do Instituto de Cardiologia Aloysio de Castro. Excepcional em sua especialidade, Dr. Jesse deixou inúmeros discípulos, avanços em Cirurgia Torácica e um importante legado para a medicina nacional. Membro de várias Sociedades Médicas e agraciado com diversos prêmios, o Acadêmico faleceu em 28 de novembro de 1993.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150