Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Donato D’Angelo (Cadeira No. 29)

Membro Titular

Secção de Cirurgia

Cadeira No. 29 - Patrono: Daniel de Oliveira Barros D'Almeida

Eleito: 23/11/1995 - Posse: 09/07/1996 - sob a presidência de Rubem David Azulay

Saudado por: Pedro Monteiro Sampaio

Antecessor: Jesse Pandolpho Teixeira 

Falecido: 24/04/2014

Nasceu em 23 de abril de 1919, em Petrópolis (RJ).

Filho de João D’Angelo, imigrante italiano, e Catharina Kling D’Angelo.

Ingressou na Faculdade de Medicina com apenas 15 anos, graduando-se pela Faculdade Fluminense de Medicina em 1939. Doutor pela Faculdade Nacional de Medicina (UFRJ).

Em sua vida profissional, exerceu os cargos de Chefe do Serviço de Ortopedia do Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Comerciários do Hospital de Ipanema (1950-1977), do Hospital São Zacharias (1949-1952) e do Hospital Santa Tereza de Petrópolis (desde 1951).

Professor Titular de Ortopedia da Faculdade de Medicina de Petrópolis e, durante a década de 70, foi também Professor Titular da Escola de Reabilitação da Universidade Católica de Petrópolis e da Faculdade de Medicina de Teresópolis, onde exerceu a chefia do Serviço da Disciplina de Ortopedia (1973-1976). Entre os anos de 1971 a 1998, foi Editor-Chefe da Revista Brasileira de Ortopedia.

Membro da Sociedade Médica de Petrópolis (1951); Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (1950); Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Reumatologia; Membro Efetivo do Instituto Brasileiro da História da Medicina (1950); Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (1955); Membro Senior do Colégio Internacional de Cirurgiões (1956); Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão (1960); Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Medicina e Cirurgia do Pé (1975); Membro da Sociedade de Medicina Física e Reabilitação (1977); Membro da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1993) e Membro Honorário da Academia Petropolitana de Ciências Neurológicas (1992). Exerceu a presidência da Sociedade de Medicina de Petrópolis (1963-1964) e da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (1977-1979).

Recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira, com destaque para a Medalha da Ordem do Mérito Naval, concedido pela Escola Naval (1975); o título de Médico Benemérito do Estado do Rio de Janeiro, conferido pela Alerj (1991) e algumas Moções Congratulatórias pela Câmara Municipal de Petrópolis, nos anos de 1971, 75, 89 e 95. 

Foi responsável por trazer ao Brasil técnicas inovadoras na traumatologia mundial, tendo sido reconhecido internacionalmente por seu trabalho.

Na ocasião de sua candidatura a Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Capsulite Adesiva do Ombro”.

Faleceu em 24 de abril de 2014, aos 95 anos.

Agenda