Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Oswaldo Ubriaco Lopes

O Professor Oswaldo Ubríaco Lopes nasceu em São Paulo, em 29 de maio de 1937, filho de Antonietta Ubríaco Lopes e Adelino Américo Lopes. É casado com a Professora Almira Maria Rossetti Lopes com quem tem dois filhos. Fez seus estudos de nível secundário (ginásio e colégio) no Colégio São luiz, dirigido pelos Padres Jesuítas, escola tradicional de São Paulo, entre os anos de 1949 e 1955.
Prestou concurso vestibular no ano de 1956 para a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP, tendo ingressado nesse mesmo ano na que seria a 44ª turma da FMUSP. Concluiu o curso médico no ano de 1961, graduando-se médico após cumprir estágio de doutoramento interno. Iniciou então especialização em cirurgia, tornando-se residente em cirurgia do Hospital das Clínicas da FMUSP no período 1961/1964.
No ano de 1964 doutorou-se pelo Departamento de Anatomia Patológica da FMUSP, após defesa de tese intitulada “Contribuição ao estudo das alterações intestinais no estado de choque experimental”. Realizou este trabalho sob a orientação do Professor Ibanez de Carvalho, Livre-Docente de Cirurgia da FMUSP. Foi aprovado com distinção e louvor, nota dez.
Após alguns anos de prática médica e trabalho em hospitais universitários, direcionou sua atividade para a pesquisa em Fisiologia e Fisiopatologia Cardiovascular tendo ingressado em regime de dedicação integral e exclusiva no Departamento de Fisiologia e Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, no ano de 1971. Desenvolveu inicialmente um conjunto de trabalhos sobre a participação do hipotálamo no controle das funções cardiovasculares que o credenciaram a uma bolsa de pós-doutoramento no exterior concedida pela FAPESP.
Estagiou então no Department of Physiology, Middlesex Hospital Medical School, University of London, UK, sob orientação do Professor Eric Neil, figura destacada no estudo dos reflexos cardiovasculares, autor entre outros de um famosíssimo livro em co-autoria com o pesquisador, prêmio Nobel, belga Professor Heymans (Reflexogenic Areas of the Cardiovascular System). Ficou por dois anos neste departamento, tendo aproveitado a ocasião para aprofundar seus estudos sobre os efeitos da desconexão hipotalâmica sobre diferentes reflexos cardiovasculares.
No seu retorno em 1977 prestou concurso para Livre-Docente do Departamento de Fisiologia do ICB-USP, onde mais tarde tornou-se, também por concurso, Professor adjunto, em 1981. Em 1984 prestou concurso para Professor titular no mesmo Departamento tendo sido aprovado de forma unânime pela banca com nota geral 10.
No ano de 1985, com apoio da FAPESP e da Cleveland Clinic Foundation, exerceu a convite do Professor Carlos Ferrario as funções de Distinguished Visitor na Research Division, Department of Vascular and Brain Research, Section of Cardiovascular Neurobiology da Cleveland Clinic, Cleveland, Ohio,USA. Novamente teve a oportunidade de estudar os efeitos da desconexão hipotalâmica em diferentes espécies animais (cães e ratos) e seus diferentes efeitos sobre funções cardiovasculares, bem como as modificações humorais causadas por esta desconexão, sobretudo no sistema renina-angiotensina.
No ano de 1986 foi indicado pelo reitor da USP dentre lista tríplice elaborada para este fim, Diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, cargo que exerceu de 1986 a 1989. Em 1989 foi indicado pelo Reitor da USP, Prof. José Goldemberg, para o cargo de Pró-Reitor de Pós-Graduação dessa Universidade, tendo sido o primeiro Professor da USP a ocupar este cargo que havia sido criado na Reforma do Estatuto da USP, concluída no ano de 1988. Exerceu-o até o ano de 1992. Enquanto esteve no Conselho Universitário da USP entre os anos de 1986/1992, fez parte de numerosas comissões e câmaras deste Conselho, destacando-se: Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, Câmara de Pesquisa, Câmara de Pós-Graduação, da qual foi Coordenador, Comissão de Legislação e Recursos e Comissão Estatuinte. Presidiu o Primeiro Conselho de Pós-Graduação instalado na USP, 1989/1992.
No ano de 1992, após prestar concurso específico, assumiu o cargo de Professor titular na Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina, Departamento de Fisiologia, Disciplina de Fisiologia Cardiovascular e Respiratória. Passou a integrar então primeiramente a Congregação desta Escola e quando de sua transformação em Universidade, seu Conselho Universitário. Juntamente com seu colega e amigo Professor Pedro Gaspar Guetzenstein, cientista reconhecido internacionalmente por sua contribuição no campo da regulação da pressão arterial, prematuramente falecido em 1994, iniciou a reorganização da Disciplina de Fisiologia Cardiovascular e Respiratória. Ele conta hoje com forte apoio da FAPESP, bem como é detentor de um auxílio PRONEX (Núcleos de Excelência).
Ao longo de sua atividade a par de seus trabalhos científicos que lhe valeram perto de 800 citações, segundo dados colhidos do Institute for Scientific Information, teve ainda a oportunidade de orientar 7 doutores e 6 mestres, além de 3 pós-doutores que trabalharam sob sua supervisão.
É Membro Titular das seguintes Sociedades e Academias: Sociedade Brasileira de Fisiologia, Academia de Ciências de São Paulo e Academia Brasileira de Ciências. Membro Emérito da Academia de Medicina de São Paulo e Membro do International Society of Autonomic Nervous System, American Physiolocial Society, New York Academy of Sciences.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150