Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Sessão Solene de Posse - Hildoberto Carneiro é novo Membro Titular da Academia Nacional de Medicina

A Academia Nacional de Medicina teve mais uma noite solene na última terça-feira (9). O ginecologista tomou posse como Membro Titular da Cadeira nº 77 da Secção de Cirurgia – o novel Acadêmico passa a ocupar a vaga antes ocupada pelo cirurgião vascular e ex-Presidente Antonio Luiz de Medina, falecido em 2 de junho de 2014. A posse do novel Acadêmico, que é Secretário de Saúde do município de Nova Iguaçu, foi assistida por seus amigos, familiares e colegas de trabalho, que lotaram os salões da egrégia instituição. Também prestigiaram a solenidade autoridades como os prefeitos dos Municípios de São João de Meriti e Nova Iguaçu, além de importantes nomes da medicina fluminense.

Mesa Diretora da Solenidade de Posse de Hildoberto Carneiro

Conhecida pelas tradições que já perduram os quase 200 anos da instituição, na ocasião da posse de um novo Acadêmico, uma comissão, nomeada pelo Presidente e de comum acordo com o novel Acadêmico, deverá introduzi-lo ao Anfiteatro pela primeira vez, simbolizando os valores fraternais da Academia. Na noite de terça-feira, esta missão ficou a cargo dos Acadêmicos Adolpho Hoirisch, Aderbal Sabrá, Orlando Marques Vieira, Hiram Silveira Lucas, Ronaldo Damião e Ricardo Cruz.

Após adentrar o Anfiteatro sob as calorosas palmas de todos os presentes, foi convidado pelo Presidente Francisco Sampaio a proferir o Juramento Acadêmico, tendo recebido em seguida a Medalha e o colar Acadêmico das mãos do Presidente. O Diploma Acadêmico foi entregue pelo Acadêmico e ex-Presidente Pietro Novellino.

O novel Acadêmico entre o Presidente Francisco Sampaio e o Acadêmico Pietro Novellino

A saudação de um novo Acadêmico por um de seus confrades é um dos momentos mais marcantes da noite, quando o empossado recebe as boas vindas de um dos imortais da ANM. O Acadêmico e oncologista José Carlos do Valle - que teve intensa atividade na Baixada Fluminense, tendo sido Secretário de Saúde de São João do Meriti (1970-1971) e de Nova Iguaçu (1976-1977) – celebrou a trajetória pessoal de Hildoberto Carneiro, desde a infância no Acre até sua nomeação como Secretário de Saúde de Nova Iguaçu, dando destaque para as importantes políticas de saúde implementadas pelo novel Acadêmico. Saudou também a família de Hildoberto Carneiro, que preencheu quase que em sua totalidade uma das bancadas do anfiteatro.

O Acadêmico José Carlos do Valle saudou Hildoberto Carneiro em eloquente discurso

Em seu discurso de posse, o Acadêmico homenageou a história de sua Cadeira, patronímia de Jesuíno Carlos de Albuquerque, que foi médico particular do Presidente Getúlio Vargas e de sua família. Em seguida, falou sobre os demais ocupantes da Cadeira: Jaime Basílio Silvado; Paulo Frederico de Albuquerque - filho do patrono da Cadeira - e Antonio Luiz de Medina, a quem saudou como um dos mais renomados angiologistas do Brasil. Salientou a honra em ser o segundo acreano a integrar a instituição, tendo sido o Dr. Adib Domingos Jatene seu antecessor.

Acadêmico Hildoberto Carneiro de Oliveira

 

Acad. Hildoberto Carneiro e sua esposa, Silvania

O Presidente Acadêmico Francisco Sampaio congratulou o Novel Acadêmico por sua campanha, classificando-a como discreta e contundente. Elogiou, ainda, sua carreira acadêmica do empossado, ressaltando, todavia, que este jamais abandonou a prática clínica e seu objetivo de fornecer assistência àqueles de maior necessidade.

Tradicionalmente, ao final de seu discurso, fez a leitura de um trecho da “Oração a nossos pares”, do saudoso Acadêmico Álvaro Cumplido de Sant’Anna. Segundo o Presidente, o texto resume tudo aquilo que um Acadêmico deve ser e deve fazer pela Academia:

“Quem não trabalha pela Academia quando nela ingressa é como se deixado houvesse no vestíbulo a própria honra. Quem não se esforça pela Academia quando nela recebido – juntando-lhe um tijolo – trai a sua esperança. Será um judas que iludiu a sua confiança; atraiçoa aos que fraternalmente o acolheram; roubou a vez a um possível justo, a todos enganando. Na Academia só não será grande que já nasceu para continuar pequeno. Para isso suceder o imprevisível aconteceu. Não cremos que alguém haja traído o juramento que prestou, após as muitas lutas que travou, para conseguir atravessar o peristílo do sodalício. Se despreparado venceu, foi mercê de doloroso equívoco, o que não é próprio dela – a casa desejada. O peristílo é grandioso, e é da natureza humana tentar alcançar o que pode parecer inatingível”, concluiu o Presidente, que em seguida solicitou à Comissão de Honra que conduzisse o Acadêmico ao Salão Nobre, para que pudesse receber os cumprimentos dos convidados.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150