Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

José Thompson Motta (Cadeira No. 35)

Membro Honorário Nacional

Secção de Cirurgia

Patrono da Cadeira No. 35

Eleito: 25/06/1936 - Posse: 22/05/1938 - Sob a presidência de Aloysio de Castro

Saudado por: Arthur Moses

Falecido: 29/08/1944

O Dr. José Thompson Motta nasceu no dia 14 de fevereiro de 1881, em Fortaleza, no Estado do Ceará, filho de Miguel Joaquim da Motta e de D. Maria Cavalcanti da Motta.

Doutorou-se pela Faculdade Nacional de Medicina em 1906, apresentando a tese intitulada “Contribuições ao estudo do valor semiológico do sinal de westphal”. E, logo após a formatura, começou a clinicar.

Foi eleito Membro Honorário Nacional da Academia Nacional de Medicina em 1936.

O Dr. José Thompson Motta foi Diretor do Hospital São Francisco de Assis, Presidente da Assistência Hospitalar do Brasil, Administrador de Higiene e Assistência Pública do Distrito Federal, Preparador da Cadeira de Tisiologia da Faculdade de Medicina e Assistente da mesma cadeira.

Além disso, foi Chefe do Serviço de Fiscalização de Gêneros alimentícios do Departamento Nacional de Saúde Pública, Professor das Cadeiras de Patologia e de Doenças Tropicais da Escola Ana Nery, Secretário Geral do Departamento Nacional de Saúde Pública, Assistente do Curso de Clínica Médica regido por Carlos Chagas, Assistente Técnico do Serviço Nacional de Assistência Hospitalar, Chefe de Serviço e Diretor da Fundação Gaffrée Guinle.

Muito antes do começo oficial das atividades do Hospital São Francisco de Assis, em 1922, já se prestava assistência a um pequeno grupo de crianças transferidas do Hospital São Zacarias, demolido com o desmonte do Morro do Castelo. Dentre os médicos que prestavam esses serviços estavam, além do Dr. José Thompson Motta, o Dr. Jorge de Gouvêa e Dr. Raul Batista.

Ante a precariedade das instalações do HSFA e a necessidade de expansão do Serviço de Obstetrícia, o então diretor Dr. Thompson Motta, com a participação do Professor João Marinho, consegue obter recursos para a construção de um novo edifício, cujo nome veio honrar a fachada da nova unidade denominada Maternidade Thompson Motta.

Como delegado brasileiro, permaneceu na Europa e América do Norte, em 1927, para estruturar o grande plano de Organização Nacional de Assistência Hospitalar. Na campanha contra a febre amarela, em 1928, foi destacada figura do Departamento Nacional de Saúde Pública, ao lado de Clementino Fraga.

Além da sua tese de doutoramento, outra obra importante publicada é “Princípios essenciais de fiscalização sanitária de gêneros alimentícios”.

A Rua Doutor Thompson Motta, localizada no bairro de Marechal Hermes, na cidade do Rio de janeiro, é uma homenagem a este dedicado e entusiasta símbolo da medicina brasileira

O Dr. José Thompson Motta faleceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 29 de agosto de 1944.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150