Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Luiz Pedro Barbosa (Cadeira No. 47)

Membro Honorário Nacional

Secção de Medicina

Patrono da Cadeira No. 47

Eleito: 15/07/1915 - Posse: 15/07/1915 - Sob a presidência de Miguel de Oliveira Couto

Falecido: 20/12/1949

Luiz Pedro Barbosa nasceu a 11 de abril de 1870, em Pernambuco. Estudou no Colégio Pedro II e graduou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1891, onde apresentou a tese intitulada “Desordens catameniaes”.

O Professor Luiz Barbosa, nomeado para suceder o Professor Nascimento Gurgel na Cátedra de Clínica de Crianças da Faculdade do Rio de Janeiro, é um nome acatado no meio científico. Dispondo de uma larga e escolhida clientela coube-lhe a iniciativa da fundação da Policlínica de Botafogo, em 1898, obra meritória a que muito devem a classe médica e a pobreza doente. Remodelada e instalada em prédio novo, essa instituição constitui escola admirável de aperfeiçoamento clínico, tendo, na direção das especialidades, profissionais de grande saber e apurados sentimentos filantrópicos.

Foi autor de inúmeros trabalhos originais sobre Medicina Clínica e sobre Assistência Pública. Em 1914, já havia publicado as suas “Conferências Inaugurais de Pediatria Médica e Higiene Infantil”. Foi distinguido com medalha humanitária por serviços relevantes prestados, quando ainda estudante, na epidemia de febre amarela que assolou Campinas em 1889. Ainda nessa cidade, exerceu as funções conjugadas de Interno e Farmacêutico da Escola Corrêa de Mello, durante o surto epidêmico.

O Dr. Luiz Barbosa tem, ainda, a iniciativa da nova feição imprimida ao ensino da Farmacologia da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, quando foi seu Professor Extraordinário, de 1911 a 1915.

Foi Doutor em Ciências Médico-Cirúrgicas pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro; Presidente e Sócio Honorário do Grêmio dos Internos dos Hospitais (1890-1891), sendo redator-fundador da “Revista do Grêmio dos Internos”; Médico Vacinador da Inspetoria Geral de Higiene; Comissário de Higiene e Assistência Pública na Prefeitura do Distrito Federal; Delegado de Saúde na administração Oswaldo Cruz; Diretor do Hospital de São João Baptista da Lagoa; Chefe da Clínica Médica de Crianças do Hospital S. Zacharias; Diretor Médico do Hospital de Jesus; e Membro Fundador e Vice-Presidente do Hospital Pedro II.

Foi eleito Membro Honorário da Academia Nacional de Medicina, em 1915. Além disso, foi Membro fundador da Sociedade Brasileira de Profilaxia Sanitária e Moral, Membro do Conselho Diretor da Cruzada contra a Tuberculose, Presidente de Honra da Sociedade Médico-Cirúrgica da Assistência Pública Municipal, Diretor Geral do Departamento Municipal de Assistência, Membro Efetivo da Associação Internacional de Pediatria e Presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, em 1931.

Faleceu no Rio de Janeiro, a 20 de dezembro de 1949.