Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

João de Barros Barreto Filho (Cadeira No. 56)

Membro Titular

Secção de Medicina

Cadeira No. 56 - Patrono: João de Barros Barreto

Eleito: 09/07/1925 - Posse: 15/10/1925 - Sob a presidência de Miguel de Oliveira Couto

Saudado por: Luiz do Nascimento Gurgel

Antecessor: Aureliano Gonçalves de Souza Portugal

Falecido: 20/08/1956

Nasceu em 14 de dezembro de 1890 no Rio de Janeiro. Filho do Dr. João de Barros Barreto e D. Maria da Glória Araújo Lima de Barros Barreto.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1912.

Fez curso de aperfeiçoamento no Instituto Oswaldo Cruz, em 1918, na Johns Hopkins School of Hygiene and Health, em Baltimore e na Harvard School of Public Health, em Boston, Estados Unidos da América, entre 1924 e 1925.

Ocupou diversos cargos técnicos, como chefe de laboratório do Serviço de Clínica Médica da Policlínica do Rio de Janeiro, inspetor sanitário da diretoria de Higiene do Estado do Rio de Janeiro, diretor de Saneamento Rural no Estado do Paraná, diretor do Departamento de Saúde do Estado de São Paulo, diretor do Departamento Nacional de Saúde e Delegado de Saúde.

Contribuiu muito para a melhora da qualidade dos serviços de saúde pública no Brasil nas décadas de 30 a 50, bem como para a difusão da cultura sanitária brasileira, sendo distinguido e homenageado pela OPAS/OMS por esse feito, merecendo lugar de destaque em seu quadro de membros de honra.

Em sua atuação como docente destacam-se os seguintes cargos de professor de Higiene da Escola de Enfermeiros da Diretoria de Saúde Pública, professor de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Faculdade de Medicina do Paraná, professor de Higiene da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, Faculdade Fluminense de Medicina e da Faculdade de Ciências Médicas do Rio de Janeiro.

Eleito em 1925 Membro Titular da Academia Nacional de Medicina com a memória intitulada “Alguns pontos do problema dos suspensóides atmosféricos em higiene industrial”.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como a Academia de Medicina de Lima, Academia de Medicina de México, Sociedade Argentina de Medicina Social, Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, Sociedade Brasileira de Neurologia, Sociedade de Medicina do Paraná, Sociedade Brasileira de Higiene.

Recebeu numerosos prêmios entre eles a medalha Oswaldo Cruz em 1916 e a comenda da Ordem Nacional do Mérito, em 1950.

Seu nome batiza o Hospital Universitário João de Barros de Barreto, da Universidade Federal do Pará, em Belém, referência estadual em pneumologia, infectologia, endocrinologia e diabetes, e referência nacional em AIDS.

Faleceu em 20 de agosto de 1956, no Rio de Janeiro.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150