Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Moacyr Alves dos Santos Silva (Cadeira No. 51)

Membro Titular

Secção de Medicina

Cadeira No. 51 - Patrono: João Paulino Marques

Eleito: 30/09/1965 - Posse: 11/11/1965

Antecessor: Aluizio Marques

Saudado por: Francisco Fialho

Falecido: 10/11/1976

Nascido em 12 de fevereiro de 1918, no Rio de Janeiro (RJ). Filho de Francisco Pereira dos Santos Silva e Izabel Alves dos Santos Silva.

Na ocasião de sua posse na Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Introdução ao Estudo da Linfoangioadenografia em Cancerologia”.

Ingressou, em 1938, como Acadêmico de Medicina no Instituto Nacional de Câncer, sendo um de seus fundadores. Neste hospital ocupou, progressivamente, todos os cargos: Laboratorista, Interno dos Serviços Clínicos, Médico, Chefe do Laboratório de Análises Clínicas, Chefe do Departamento de Medicina e Diretor. Como Diretor, deu início ao repararelhamento do Hospital (1962).

Na Direção do Serviço Nacional de Câncer (1963-1967), deu novas diretrizes à Luta Contra o Câncer no Brasil. Alargou a rede de combate ao Câncer, prosseguindo e terminando a construção, ampliando e equipando vários hospitais: Instituto Brasileiro de Oncologia, Hospital Mário Kroeff, Hospital do Câncer de Goiânia, Clínica de Câncer de Recife, Hospital Santa Marta (Porto Alegre), Hospital Ernesto Gaertner (Curitiba).

Tendo o Professor Francisco Fialho a seu lado como Diretor do Instituto Nacional de Câncer da Praça da Cruz Vermelha, adicionando, a esse hospital, área de 10 mil metros, que foi posta em funcionamento.

Deu início à Campanha Rural de Combate ao Câncer; ao incremento da Residência do Instituto Nacional de Câncer; ao ensino da Oncologia Clínica na Fundação Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, e ênfase especial à importância da educação do médico na Luta Contra o Câncer.

Foi Delegado do Brasil em vários Congressos Internacionais e escolhido para Chefe da Delegação Brasileira ao IX Congresso Internacional de Câncer realizado em Tóquio. Representou o Brasil no 1º Congresso Mundial Sobre Fumo e Saúde, realizado em Nova Iorque em 1967; na reunião anual do “American College of Chest Physicians”, 1966; idem da “American Medical Association”, 1966.

Foi Presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia, Secção do Estado da Guanabara, em 1962-1964 e 1967-1969. Presidente-Moderador do Simpósio Internacional sobre “Emprego da Daunomicina no Tratamento das Leucemias e outras Neoplasias Malignas”.

Membro Titular da Academia de Medicina Militar, Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Membro Titular da James Ewing Society, Membro Titular da American College of Chest Physicians, Membro Titular do American College of Cardiology, Membro de Honra da “Societé Belge D’Anatomie Pathologique”, Membro Correspondente da Academia de Medicina de São Paulo. Vice-presidente da Sociedade de Quimioterapia Antineoplásica.

Agraciado com a Cruz do Mérito da Cruz Vermelha Brasileira (1967); Comendador da Ordem do Mérito Militar (1968); Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique (Portugal, 1968). Agraciado com a Medalha de “Alta Distinção” da Ordem do Mérito Jurídico Militar (1968); com a grande Medalha da Inconfidência – Medalha Tiradentes (1964) e com a Medalha do Mérito, pela SOIA, por serviços prestados ao desenvolvimento da Implantodontia no Brasil (1969).

Faleceu em 10 de novembro de 1976.

Agenda