Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Jean-Baptiste Alban Imbert (João Baptista Albano Imbert)

Membro Titular

Eleito: 15/10/1835 - Posse: 15/10/1835 – Sob a presidência de Joaquim Candido Soares de Meirelles

Médico francês formado em Montpellier, que chegou ao Império do Brasil em 1831 objetivando estudar as práticas populares de cura. Teve seu diploma reconhecido e confirmado pela Academia de Medicina do Rio de Janeiro, em virtude da lei de 3 de outubro de 1832 que dava “nova organização às atuais Academias Medico-Cirúrgicas das cidades do Rio de Janeiro, e Bahia”. Foi o primeiro médico estrangeiro a revalidar seu diploma na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1834).

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1835, sob a presidência do Acadêmico Joaquim Cândido Soares de Meirelles. Teve seu nome Jean-Baptiste Alban Imbert “abrasileirado” para João Baptista Albano Imbert.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como membro honorário da Sociedade Real de Medicina de Marseille, membro efetivo das Sociedades Auxiliadoras da Indústria Nacional (SAIN), e literatura do Rio de Janeiro. A SAIN teve como inspiração a francesa “Société D’Encouragement à L’Industrie Nationale, tendo sido fundada em 1825, dentro do processo de fortalecimento do Estado imperial. Seu objetivo central era “estimular o melhoramento da indústria brasileira, entendida no período como toda e qualquer atividade produtiva, fosse ela agrícola ou fabril”. Também foi Cirurgião Ajudante Major da Marinha Imperial Francesa.

Escreveu algumas obras importantes como “Ensaio higiênico sobre o clima do Rio de Janeiro” (1837); “O Charlatanismo: uma palavra sobre o charlatanismo e os charlatães” (1837) e o “Guia médico das mães de família ou A infância considerada na sua hygiene, suas moléstias e tratamentos” (1843). A obra de referência para este trabalho é a segunda edição do Manual do Fazendeiro ou “Tratado Doméstico sobre as Enfermidades dos Negros”, generalizado às necessidades médicas de todas as classes.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150