Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Participantes elogiam “Jornada 185 anos”

Ao final do evento “Jornada 185 anos – O que há de novo”, acadêmicos e participantes elogiaram o evento, que teve a coordenação do presidente da ANM, Pietro Novellino e a organização sob a responsabilidade dos acadêmicos José Galvão Alves, Octávio Pires Vaz e Ruy Garcia Marques. “A Comissão Organizadora está de parabéns”, disse o presidente da ANM.

· Pietro Novellino, presidente da ANM:

“O debate sobre transplante de órgãos teve a participação dos mais eminentes especialistas do País, ícones em suas áreas como os acadêmicos Silvano Raia, no transplante de fígado, José Camargo, em pulmão, e Ivo Nesralla, o primeiro a fazer transplante no Rio Grande do Sul. A Academia se ocupa com o ensino médico e principalmente com o que há de novo na medicina. O trabalho da comissão organizadora, composta pelos acadêmicos José Galvão Alves, Octávio Pires Vaz e Ruy Garcia Marques foi impecável”.

· Acadêmico José Galvão Alves

“O seminário foi espetacular. Abordamos temas das ciências aplicadas, da clínica médica e da cirurgia, tivemos um público participativo, com mais de 80 inscritos, fora os acadêmicos. A última mesa, de uma elegância total, revelou que São Paulo e Rio Grande do Sul estão mesmo a frente no campo dos transplantes e podem servir de estimulo a nós cariocas”.

· Acadêmico Omar Lupi da Rosa Santos:

“Foi um seminário histórico para a Academia. Neste encerramento tivemos a oportunidade de assistir conferências de três dos maiores nomes da técnica do transplante no Brasil”.

· Acadêmico Carlos Alberto de Barros Franco:

“Foi um seminário excelente, atingiu plenamente seus objetivos e desenvolveu temas muito atuais da Medicina”.

· Acadêmico José Carlos do Valle:

“O seminário encerrou com chave de ouro, com conferencistas de alto gabarito e muita experiência, todos referências maiores em suas áreas Com nomes do quilate dos professores Medina, Camargo e Nesralla o encerramento do seminário em comemoração aos 185 anos da Academia não poderia ser mais brilhante. Este evento foi extremamente importante porque mostrou que o progresso da Medicina no Brasil também chegou à área de transplantes. Esta evolução é cada vez maior e motivo de orgulho para nós brasileiros”.

· Gilberto Ururahy, benemérito da ANM:

“Foi um evento de grande profundidade técnico-científica que terá alta repercussão no meio médico brasileiro. Estão de parabéns os organizadores, acadêmicos José Galvão Alves, Octávio Pires Vaz e Ruy Garcia Marques, sob a coordenação do eminente professor Pietro Novellino, pela felicidade na escolha dos temas e dos palestrantes, todos de alto nível”.