Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Álvaro Eduardo de Bastos (Cadeira No. 14)

Membro Titular

Secção de Medicina

Cadeira No. 14 - Patrono: Francisco de Castro

Eleito: 04/05/1950 - Posse: 20/07/1950 – Emérito: 28/07/1977 - sob a Presidência de Antônio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado por: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Antecessor: Cândido Firmino de Mello Leitão

Falecido: 18/07/1998

O Dr. Álvaro Eduardo de Bastos nasceu no dia 04 de novembro de 1908, em Goiânia, no Estado de Goiás. Filho de Juventino de Bastos e de D. Agripina de Macedo Bastos.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1931, especializando-se como alergista. Durante o seu curso, foi Interno de Clínica Médica da Enfermaria do Hospital São Francisco de Assis (1927), foi Interno de Clínica Médica na 2ª Enfermaria do mesmo hospital, auxiliando o Dr. Garfield de Almeida (1928-1930), foi Interno da Casa dos Expostos, atendendo na Pediatria junto com o Dr. Martinho da Rocha e, foi também, interno concursado do Pronto Socorro (atual Souza Aguiar).

O Dr. Bastos foi Clínico da Secretaria de Saúde e Assistência da Prefeitura do Rio de Janeiro a partir de 1933. Foi Chefe de Serviço de Gasoterapia, criando o 1º serviço especializado no assunto no país em 1942. Ficou famoso também por ter criado o 1º serviço volante de socorro aos chocados e afogados no Brasil, em 1934, e a 1ª sala de emergência aos isolados e asfixiados, em 1940.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1950, apresentando Memória intitulada “Acidentes de calor” e, tornou-se Membro Emérito em 1977.

Além disso, o Dr. Bastos foi Livre Docente concursado na Escola Nacional de Educação Física do Rio de Janeiro e Livre Docente concursado da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Organizou diversos cursos relacionados a situações de urgências que ajudaram a medicina a evoluir no Rio de Janeiro, e os cursos acompanharam a publicação de cerca de dez livros instrutivos como, por exemplo, “Medicina de Urgência”, “Estados de Choque-colapso”, “O que não se deve fazer e clínica médica” e “Erros de todos os dias”. Existem mais de 245 artigos seus publicados nas revistas médicas nacionais e estrangeiras (Argentina, Estados Unidos e França).

O Dr. Bastos foi também Fellow do Serviço de Alergia de Clínicas de Buenos Aires, Fundador do Centro de Alergia Álvaro de Bastos, Criador e Diretor do Instituto de Alergia Municipal (1960), Membro correspondente da Sociedade Argentina de Alergia e Imunologia, Membro Honorário da Sociedade Médica do Estado do Rio de Janeiro, Membro Honorário da Sociedade Médica de Goiás, Membro Honorário da Sociedade de Odontologia do Rio de Janeiro e Membro Honorário da Sociedade Médica de Campos.

O Dr. Bastos faleceu no dia 18 de julho de 1998.

 


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150