Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Falece o acadêmico Américo Caparica Filho

No dia 07/12/2013 faleceu o acadêmico Honorário Nacional Américo Caparica Filho, eleito para a Academia Nacional de Medicina em maio de 2006.

Américo Caparica Filho era especialista em cirurgia geral, formado pela Faculdade Nacional de Medicina, da Universidade do Brasil. Foi Professor Titular de Técnica Operatória e presidente da Comissão de Ética do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal Fluminense; Professor Emérito e Chefe do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Valença da Fundação D. André Arcoverde por vários anos; atuou em vários cargos nas Secretarias de Saúde do Estado e do Município do Rio de Janeiro.

Américo Caparica Filho dedicou parte de sua vida ao Colégio Brasileiro de Cirurgiões, onde considerava verdadeiramente a sua segunda casa, tinha um carinho especial pela instituição onde seguiu uma carreira profícua, foi eleito para a 21ª Diretoria e 2º Diretório Nacional 1969 – 1971 em uma eleição disputada. Américo Caparica trabalhou para a democratização do CBC, ao permitir a entrada de cirurgiões de todo o país, capazes de dar uma maior projeção à entidade com especial atenção para a expansão do CBC a todos os pontos do território nacional através do apoio do Diretório Nacional. Em sua gestão, o número de membros cresceu em quase 40%. Também foram dados os primeiros passos em um projeto de educação continuada na evolução do tratamento cirúrgico. Propôs a reforma do Estatuto e Regimento Interno para facilitar o acesso de novos membros e novos capítulos com o objetivo de encerrar o modelo de academia médica, terminando com o limite de vagas.

Américo Caparica participou de inúmeros congressos nacionais e internacionais e recebeu vários prêmios. Foi laureado em 2002 com o prêmio mais importante do CBC, “Prêmio Colégio Brasileiro de Cirurgiões”, conferido ao cirurgião que tenha contribuído para o ensino, progresso e desenvolvimento da Cirurgia no Brasil. Foi escolhido também como patrono do XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia realizado em São Paulo, em 2009.

As intensas atividades profissional e associativa esconderam o viés artístico do cirurgião. Poucos sabem que Américo Caparica foi amigo de cantores e compositores que fizeram história e criaram o ritmo brasileiro mais famoso e tocado no mundo: a bossa nova. Américo Caparica foi muito próximo de Newton Mendonça, compositor e instrumentista que tocava piano, violão e gaita e um dos personagens fundamentais para o surgimento da bossa nova. Newton Mendonça fazia muitos arranjos com Tom Jobim, mas compôs poucas músicas, porém quase todas foram sucessos, como Samba de Uma Nota Só e Desafinado. Os dois participaram inúmeras vezes de encontros musicais com o cantor Silvio Caldas.

Quando completou 90 anos, o Colégio Brasileiro de Cirurgiões prestou uma homenagem a ele denominando a Biblioteca do CBC de “Biblioteca Américo Caparica Filho”,

(Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

 


Américo Caparica Filho