Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Alfredo Alberto Pereira Monteiro (Cadeira No. 38)

Membro Titular

Secção de Cirurgia

Patrono da Cadeira No. 38

Eleito: 04/10/1934 - Posse: 18/10/1934 - sob a presidência de Antonio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado por: Antônio Benevides Barbosa Vianna

Falecido: 09/02/1961

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 15 de maio de 1891, filho de Maximiano Pereira Monteiro e de D. Maria Adelaide Xavier Monteiro.

Formado em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1913, apresentando a tese intitulada “Nomenclatura miológica do homem e dos mamíferos domésticos, com o fim de uniformizá-la", dedicou-se desde os tempos escolares ao estudo de Anatomia. Foi auxiliar voluntário e, depois, monitor de Anatomia Descritiva.

Já em 1914, concorria à docência livre com outra tese: “Duas anomalias musculares do membro abdominal”. Em 1920 publicava, em colaboração com seu mestre, o Prof. Benjamim Baptista, o 1° volume de um “Manual de Anatomia Humana (esqueleto e músculo)”.

Integrou, sob a chefia de Nabuco de Gouvêa, a Missão Médica Especial, de caráter militar, criada para auxiliar os serviços de saúde dos aliados na Primeira Guerra Mundial e enviada em agosto de 1918, ingressando no posto de Capitão e servindo nos hospitais de Paris.

Em 1922, candidatou-se a professor substituto da Secção de Anatomia e Medicina Operatória na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Ao longo de sua carreira, pode lecionar as seguintes disciplinas: Anatomia Humana e Clinica Neurocirúrgica, Anatomia Comparada dos Animais domésticos na Escola de Veterinária do Ministério da Agricultura, Clínica Cirúrgica no Hospital da Cruz Vermelha e Clínica Cirúrgica Infantil e Ortopedia na Faculdade Fluminense de Medicina.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, em 1934, apresentando a memória intitulada “Crânio-faringiomas”, onde foi vice-presidente (1944-1945) e é o Patrono da Cadeira 38.

Em 1943, incorporou-se a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e seguiu para o teatro de operações bélicas na Itália, retornando, mais uma vez, ileso a sua pátria, depois de haver, pela segunda vez, cumprido lealmente e seu dever.

Fez parte das seguintes instituições científicas: Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, Sociedade de Neurologia e Psiquiatria, Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Associação dos Anatomistas da França, Sociedade de Anatomia Normal e Patologia da Argentina e Academia Argentina de Cirurgia. É o Patrono da Cadeira 31 da Academia de Medicina do Rio de Janeiro.

Foi autor de muitos artigos de colaboração em revistas e apresentou valiosas comunicações às diversas instituições científicas, além de teses, destacando-se: “Músculos de função apagada ou nula e sua representação em alguns animais” (1920/1921), “O segmento ceco-apendicular” e “Anatomia do mediastino posterior, via de acesso” (1922), “Anatomia dos timos” e “O espaço látero-pélvico-viceral” (1925), “Técnica operatória” (1932) e “Técnica operatória esquematizada” (1933).

Faleceu na sua cidade natal, no dia 9 de fevereiro de 1961.

Agenda
    Em maio
  • 30/5/2017 - 20:00 - Sessão Solene de Posse de Honorário Nacional - Dr. Miguel Srougi