Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

ANM participa de encontro da Alanam na Espanha

O Acad. José Augusto Messias participou da XX Reunión del Consejo Directivo de La Associación Latinoamericana de Académias Nacionales de Medicina (Alanam), entre os dias 27 e 29 de setembro de 2012, em Madri. O encontro priorizou temas como a importância da universalização das vacinas e a pandemia de obesidade.  Na abertura do evento, o presidente da Alanam, Dr. Manuel Diaz-Rubio Garcia, fez um histórico sobre a criação da entidade em 1967 e a posterior inclusão dos países-membros até a sua configuração atual.
 
Desta edição, participaram 16 Academias de Medicina das Américas. Além do Brasil, representantes do Chile, Argentina, Peru, Colômbia, Venezuela, Bolívia, Costa Rica, Paraguai, Uruguai, México, Equador, Peru, República Dominicana, somadas aos enviados da Espanha e de Portugal.
 
O Acad. Augusto Messias resumiu a importância de encontros do gênero que acabam convergindo para a própria reunião em si. Segundo ele, “como os participantes da reunião, e dos debates que nela acontecem, são profissionais de destaque em suas diversas áreas de atuação e influência, suas conclusões e recomendações podem ser apropriadas pelos definidores das políticas públicas específicas de cada país". Para Messias, em encontros como esses “há a tendência de, se possível, ampliar esse campo de influência política para além das fronteiras nacionais, tendo em vista que muitos dos problemas temáticos discutidos têm mecanismos comuns de determinação e compartilham as soluções para seu enfrentamento.”
 
Para o Dr. Enrique Ruelas, do México, o significado de encontros como o da Alanam é fundamental para se refletir sobre a atualidade das academias de medicina e quais rumos seguir. Nesta mesma diretriz e como salientou o Acad. Messias, o representante da Venezuela, Dr. Rafael Mendoza, abordou os problemas similares e diferentes enfrentados por cada um dos países diante de um mundo globalizado. “Políticas recomendadas num encontro que reúne tantas academias poderá ter um impacto maior nos países membros”, foi ressaltado também pelo Dr. Ricardo Garcia Martinez, da República Dominicana.
 
O segundo dia do encontro foi dedicado à questão da universalização das vacinas. Alguns países destacaram seus processos de transição epidemiológica e a importância dos imunológicos na prevenção de doenças. Apesar das características individuais dos programas de imunizações de cada membro participantes da Alanam, foi unânime a discussão sobre sua importância no desenvolvimento dos países.
 
No dia seguinte, os participantes apresentaram dados sobre a questão da obesidade. Segundo estatísticas exibidas de setembro deste ano, 70% dos venezuelanos estão acima do peso. Na Espanha, um em cada quatro indivíduos acima dos 18 anos apresenta sobrepeso. Dr. Fausto G. Lorena, do Peru, ainda destacou as doenças associadas à obesidade como diabetes melitus, hipertensão arterial, comprometimentos articulares e problemas do sono.
 
O Acad. José Augusto Messias também apontou a importância do documento formal das reuniões da Alanam que deverá ser entregues às autoridades da área de saúde de cada país. Para ele é fundamental ressaltar que como rege o artigo 1 do Estatuto da ANM, “nos pautamos pelo principal papel de Academias Nacionais de Medicina: opinar e assessorar, sobre questões de saúde, as autoridades responsáveis pelas políticas públicas dessa área. E, acrescento, servir como referencial opinativo confiável, por ser autônomo, para a população”.
Claudia Jurberg
Acadêmico José Augusto Messias

Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150