Academia Nacional de Medicina

Português Inglês


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Abel Elias de Oliveira (Cadeira No. 92)

Membro Titular

Secção de Farmácia

Cadeira 92 - Patrono: Issac Werneck da Silva Santos

Eleito: 16/07/1931 - Posse: 29/08/1931

Saudado por: Paulo Seabra

Antecessor: Issac Werneck da Silva Santos

Falecido: 19/01/1977

Abel Elias de Oliveira nasceu no dia 30 de outubro de 1890 na cidade de Barra Mansa, Estado do Rio de Janeiro.

Graduado em Farmácia pela Faculdade de Farmácia e Odontologia do Estado do Rio de Janeiro, em 1919, tornou-se no decorrer dos anos em sua atividade profissional, uma figura ímpar da Farmácia nacional no seu tempo, como um guia sereno e imperturbável dos anseios da classe.

Atuou como professor catedrático de Farmácia Galênica da Faculdade Fluminense de Medicina; professor interino de Farmácia Química da Escola de Medicina e Cirurgia do Instituto Hahnemanniano do Brasil; Catedrático da Faculdade de Farmácia e Odontologia do Estado do Rio de Janeiro e orador oficial da Associação Brasileira de Farmacêutico, tendo granjeado a estima e o respeito de seus pares e infundido no pensamento de seus alunos, admiradores e colegas, a mística de sua incontestável vocação profissional.

Fundador, Membro Titular e Presidente da Academia Nacional de Farmácia, foi Abel de Oliveira um nome respeitadíssimo e aureolado, muitas vezes lembrado nas Associações Farmacêuticas e Médicas, sendo consagrado como um orador fluente, professor de vigorosa inteligência e trabalhador útil e interessado na elevação da classe profissional à qual pertenceu.

Como sócio e Presidente da Associação Brasileira de Farmacêuticos, em seus fecundos pronunciamentos, sua palavra irradiava fé, firmeza e um padrão de legitimidade para o seu lema – “A Farmácia para os Farmacêuticos”.

Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, e ela também emprestou o fulgor da sua fala escorreita, a certeza de seus conhecimentos científicos e a segurança de seus argumentos abalizados.

Emprestou igualmente o lume da sua sabença, a outras instituições científicas do País e do exterior, como: “Membro Honorário da Academia Brasileira de Medicina Militar; da Sociedade Nacional de Farmácia de Buenos Aires, na Argentina; da União Farmacêutica de Caracas, na Venezuela; Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Química; da Associação Brasileira de Farmacêuticos, tendo Presidido a instituição três vezes; da Sociedade de Medicina e Cirurgia, dentre as principais.

Jornalista especializado, redator responsável da Revista da Associação Brasileira de Farmacêuticos. Foi colaborador da “Medicamenta”, do “Farmacêutico Brasileiro”, do “Diário de Medicina” e da “Semana Cientifica”.

O Professor Abel de Oliveira foi considerado o “Papa da Farmácia Brasileira”.

Faleceu aos 82 anos de idade, no dia 19 de janeiro de 1977, no Rio de Janeiro.


Av. General Justo, 365, 7° andar
Rio de Janeiro - 20.021-130
Tel: (21) 3970-8150