Academia Nacional de Medicina

Av. General Justo, 365, 7° andar, Rio de Janeiro - 20.021-130 - Tel: (21) 3970-8150
Busca


Anais da Academia

Veja a última edição do
Anais da academia

Biblioteca da Academia Nacional de Medicina

 

Catálogo on-line no link

Em 1896, o então secretário Alfredo do Nascimento e Silva, professor da Escola Superior de Guerra, propôs a reestruturação das instalações do arquivo da Academia Nacional de Medicina. Atualmente, a Biblioteca possui 11 mil livros catalogados no acervo, relativos à Medicina e/ou à história da Medicina.

São obras de referência, publicações biomédicas, memórias ou monografias. A coleção de periódicos tem caráter biomédico e é formada por títulos nacionais e estrangeiros.

Além disso, a Biblioteca possui coleções de Teses da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e os Anais da Academia Nacional de Medicina, num acervo de grande valor histórico para o resgate da memória da Medicina e da Saúde do Brasil.

Entre os projetos da Academia, a construção de uma biblioteca virtual para disponibilizar o acervo on-line, além de oferecer novos produtos e serviços às comunidades médicas e acadêmicas de todo o país.

A Biblioteca Alfredo do Nascimento está temporariamente fechada, pois o prédio da ANM está em reformas.

Acervo

Parte da memória da Ciência e da Medicina no Brasil está resgatada no acervo da Biblioteca que possui coleções de livros, teses, periódicos e os Anais da Academia Nacional de Medicina.

São mais de 11 mil itens de livros, entre os quais destacam-se as obras raras e especiais que somam cerca de de dois mil tomos. No caso dos periódicos, a Biblioteca possui um vasto número de títulos nacionais e internacionais na áreas de Medicina e Saúde.

Os Anais da ANM reúnem atas, notícias dos Acadêmicos, trabalhos e divulgação de estudos realizados nos encontros de Acadêmicos e médicos convidados da ANM desde o ano de 1848.

As teses somam mais de 400 títulos em um século de defesa de teses de doutorado da então chamada Academia Médico-Cirúrgica do Rio de Janeiro, depois transformada, em 1931, em Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil e, em 1965, quando é integrada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O convênio nº 3748/2004 celebrado entre o Ministério da Saúde e a Academia Nacional de Medicina tem por objetivo a reestruturação, recuperação e informatização da Biblioteca Alfredo do Nascimento.

Em 2006, foi celebrado um novo convênio nº 557117/11/2006 com o Ministério da Saúde para desenvolvimento de estudos voltados a temas estratégicos para a saúde.
 

 

Agenda
    Em maio
  • 30/5/2017 - 20:00 - Sessão Solene de Posse de Honorário Nacional - Dr. Miguel Srougi